terça-feira, 4 de setembro de 2012

ELEUCO em MIGUEL DE CERVANTES!

Quando já está escrito, já está! _________ Temos mesmo que agradecer a DEUS, pois participar de atividades que se entrelaçam com as expressões de um povo, é por demais significante! Em determinada ocasião, sem preocupações reflexivas, sem cobranças, também sem esperar, ocorreu em mente, e tão somente assim - pelo ensinamento de um notável mestre, um nome: ELEUCO. Na manhã seguinte, aquele sentimento tão humano: "a curiosodade", moveu o nosso tempo para uma pesquisa tão rica, tão valiosa! Sem premeditações, mesmo sem tempo, lá estivemos maravilhadamente mergulhando na fluência castelhana (por nós ainda meio lenta, oh que falha para uma estreita afinidade com as mais sensíveis obras;PERDÃO!). Mesmo assim, nos infiltramos nas linhas do LIBRO I, (Primer Libro de La Galatea). Eleuco também já estava na narrativa pela qual passamos a redirecionar tempo e atenção na expectativa de entendimento maior sobre toda esta situação literária. Dado o enredo deste "Libro I", cabe explicar ao leitor, que a fluidez do texto se desenvolve em aspecto de considerável prosa, despertando todos os sentidos de quem é parceiro de tantas obras literárias, pela graciosidade com que dentre os diálogos surgem expressões recitadas, cantadas, entoando o tema central: o amor, ou melhor: "a defesa do amor pelo pastorio, contrapondo-se à visão de LENIO, o qual, neste primeiro momento, se acha a frente de todos, seguindo desacreditado neste sentimento. Como ele diz: "que faz noite até mesmo o dia." Para todos que desejam completar a leitura, recomendamos: http://es.wikisource.org/wiki/Primer_Libro_de_La_Galatea ***Registramos hoje uma homenagem ao Ilustre MIGUEL DE CERVANTES: http://pt.wikipedia.org/wiki/Miguel_de_Cervantes ***Miguel de Cervantes Saavedra (Alcalá de Henares, 29 de setembro de 1547 — Madrid, 22 de abril de 1616) foi romancista, dramaturgo e poeta castelhano.A sua obra-prima, Dom Quixote, muitas vezes considerado o primeiro romance moderno, é um clássico da literatura ocidental e é regularmente considerado um dos melhores romances já escritos. Seu trabalho é considerado entre os mais importantes em toda a literatura. A sua influência sobre a língua castelhana tem sido tão grande que o castelhano é frequentemente chamado de La lengua de Cervantes (A língua de Cervantes). *
Postar um comentário