sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Em ano de sucesso com a nova regra gramatical!





2009
Iniciando com a novidade da aplicação da nova regra gramatical, quando o alfabeto passa a ter 26 letras, incluindo o k,w,y, (sons que para a Fonoaudiologia e para muitas pessoas, nunca deixaram de existir) É isso... Kátia, Wilian e Yasmim!?!
As tônicas recebem diferenças no tratamento gráfico, excluindo definitivamente o trema (tranqüilo = tranquilo); deixando de usar acentos nas paroxítonas com ditongos abertos (apóie = apoie); o acento circunflexo desaparece nas palavras terminadas em (êem e em oo (hiato). Ex:
 crêem, vêem, enjôo e vôo, = creem, veem, enjoo, voo; e, por fim, é a vez da regra para o uso do hífen:

USO DO HÍFEN
Deixa de existir na língua em apenas dois casos:
1 - Quando o segundo elemento começar com s ou r. Estas devem ser duplicadas. Assim, contra-regra passa a ser contrarregra, contra-senso passa a ser contrassenso. Mas há uma exceção: se o prefixo termina em r, a palavra não mudará! Por exemplo: super-resistente; super-rugoso, super-regular; super-retilíneo.
2 - Quando o primeiro elemento termina (prefixo) e o segundo (sufixo) começa com vogal.
Exemplos: Auto-estradas, passamos a grafar "autoestradas"; Extra-escolar, passamos a grafar extraescolar.
Sigamos aprendendo!

MUITAS FELICIDADES!
Postar um comentário